Como é feito o tratamento de esgoto em condomínios? Descubra!

tratamento de esgoto em condomínios
6 minutos para ler

Administradores de condomínios sempre procuram formas de minimizar os valores das despesas. Há oportunidades em diferentes áreas, sendo que uma delas pode ser a do tratamento de esgoto. 

Os condomínios devem, obrigatoriamente, se conectar à rede de esgoto na região a qual pertencem para que os resíduos sejam devidamente tratados na estação de tratamento da região. 

Porém, para os condomínios que se situam em áreas onde não há rede coletora de esgoto, torna-se necessária a implantação de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) privada, conforme determina a legislação (Lei nº 11.445/2007).

Saiba mais sobre o assunto, lendo o artigo na íntegra!

Quais são os tipos de tratamento de esgoto?

Esse processo pode ser feito de diferentes maneiras. Veja!

Rede pressurizada

Nesse caso, o sistema funciona semelhante ao de uma rede pressurizada de água. Existe uma bomba pressurizadora que direciona os resíduos sanitários da residência por meio de uma tubulação a pressão até o sistema público, que também funciona pressurizado. Em seguida, os efluentes chegam até a estação de bombeamento, que os encaminha para a de tratamento de esgoto.

Rede a vácuo

Nesse caso, há uma válvula de vácuo por meio da qual os efluentes sanitários são encaminhados para uma tubulação a vácuo residencial. Dessa, eles passam para a principal, também a vácuo, que conduzirá o esgoto até as estações de bombeamento e de tratamento. Enquanto a primeira usa a pressão atmosférica para conduzir os dejetos, a segunda usa o vácuo (a ausência de ar) para fazer o mesmo procedimento.

Rede condominial

Esse sistema tem suas próprias características. Há alguns anos, a forma comum de tratamento de esgoto em condomínios e casas era por meio das fossas sépticas. Elas funcionam de maneira simples, seguindo três passos:

  1. o esgoto é coletado em uma fossa;
  2. bactérias anaeróbias fazem um processo biodigestor sobre os resíduos;
  3. o material se encontra 90% tratado e pode retornar ao ambiente com segurança por meio de um sumidouro.

Ao fim de tudo, o lodo que resta na fossa deve ser limpo por empresas especializadas e destinado aos aterros sanitários.

Com o crescimento dos condomínios em quantidade de moradores, o uso das fossas sépticas deixou de ser viável devido ao grande volume de efluentes. Além disso, a citada lei determina que os grandes condomínios deem preferência às ETEs para tratamento adequado do esgoto gerado.

O que são as Estações de Tratamento de Efluentes Sanitários?

São sistemas que oferecem o tratamento correto ao esgoto gerado pela população. Uma ETE consiste em um conjunto de fases segmentadas, contendo desde o tratamento preliminar até a desinfecção total. O objetivo é fazer com que o esgoto se transforme em água com qualidade — boa o suficiente para ser direcionada aos cursos de água, às redes de drenagem da chuva ou sumidouros, reduzindo impactos negativos sobre o meio ambiente.

Normalmente, as ETE´s são municipais e de grande porte. Porém, para tratamento em condomínios existem estações compactas de tratamento, de acordo com a demanda de esgoto gerada, as quais podem ser instaladas no próprio terreno onde está o condomínio e legalizada junto ao órgão ambiental competente. 

Quais são as vantagens do tratamento ETE condominial?

Apesar dos valores de investimento, as vantagens na sua instalação são bem atraentes e ainda minimiza os efeitos negativos que os imóveis causam sobre a natureza. 

Atualmente, as pessoas se preocupam com o meio ambiente e as soluções que o condomínio adota para protegê-lo. Nesse sentido, há uma valorização do imóvel.

Podemos citar muitas outras vantagens, como:

  • atendimento integral às determinações da legislação ambiental, como o CONAMA nº 430/2011;
  • remoção de até 95% do material orgânico, não contaminando os rios e lagos;
  • possibilidade de reuso de água, proporcionando economias para o condomínio;
  • necessidade de pouco espaço para implantação;
  • Possibilidade de geração de energia sustentável, se a opção for por instalação de um biodigestor anaeróbico.

Quais são as etapas do tratamento de esgoto?

Existem diferentes tipos de estações de tratamento. Porém, para condomínios, o sistema anaeróbico é o mais comumente encontrado, dependendo do volume e das condições do local. 

O Sistema Anaeróbico, de uma forma geral, envolve as seguintes fases:

Gradeamento

É a etapa inicial, quando os efluentes chegam à estação. Nessa fase, acontece a retenção dos resíduos sólidos que foram lançados na rede de esgoto de maneira indevida (fraldas, roupas, calçados, restos de alimentos, papel higiênico etc.).

Desarenador

É uma estrutura que retém a areia e outros resíduos menores que não foram retidos na etapa anterior.

Reator anaeróbio ou biodigestor

Os efluentes penetram em tanques fechados e o material orgânico é degradado por bactérias anaeróbias.

Decantação

Os resíduos sólidos se depositam no fundo do tanque e, posteriormente, são removidos por meio da raspagem. Um coagulante é acrescentado para remover nutrientes. O líquido recolhido na superfície é destinado à desinfecção.

Desinfecção

Um produto químico de sanitização é adicionado ao efluente líquido para remoção de bactérias, vírus e outros microrganismos patogênicos.

O tratamento de esgoto em condomínios por meio de uma ETE é uma boa solução para os moradores e o administrador. Afinal, pode gerar economia e é muito sustentável. 

Para implementá-la, é fundamental a assessoria de uma empresa especializada, de modo a oferecer resultados seguros para o meio ambiente e eficientes para a comunidade.

Além da implantação, a manutenção do tratamento e uso de produtos inovadores ajuda a reduzir custos e otimizar o tratamento da sua ETE.

Para a manutenção, você pode contar com a SUPERBAC, empresa que há mais de 20 anos desenvolve e oferece soluções biotecnológicas de alto desempenho em diferentes segmentos: saneamento, agricultura, bens de consumo, óleo e gás. Contamos com centros de desenvolvimento e pesquisa no Brasil, EUA, Singapura e Colômbia.

Interessou-se por nosso trabalho? Aproveite e entre em contato com a SUPERBAC. Teremos o maior prazer em atender você e prestar todos os esclarecimentos!

Você também pode gostar

Deixe um comentário