Qual a importância do tratamento de esgoto e de lixo? Descubra, agora!

importância do tratamento de esgoto
17 minutos para ler

Você já deve ter se perguntando qual é, de fato, a importância do tratamento de esgoto, não é verdade?

Por ser algo presente no nosso dia a dia, costumamos nos questionar mais sobre esse assunto em dois contextos: quando começamos a trabalhar em áreas relacionadas ou quando começamos a adquirir mais consciência ambiental.

Para quem trabalha no segmento da agricultura, por exemplo, conhecer a importância do tratamento de esgoto é um diferencial para tomadas de decisões mais inteligentes na sua produção.

Quer entender mais sobre o assunto? Então, continue a leitura deste post!

Por que fazer o tratamento de esgoto?

O tratamento de esgoto é uma necessidade para garantir o convívio social. Esse processo faz parte de uma rotina de cuidados com a saúde da população. Um exemplo para que você entenda a importância do tratamento de esgoto é o contágio do coronavírus: se não tivéssemos contenções sanitárias, o vírus da Covid-19 se alastraria em uma velocidade muito maior do que a que presenciamos em 2020.

Sabemos que você quer entender as interfaces do tratamento de esgoto com a nossa qualidade de vida e socialização. Para saber mais, confira o conteúdo a seguir.

Prevenção a doenças

A maior necessidade de se ter o tratamento de esgoto é a sua capacidade enorme de prevenir doenças. Por meio das secreções dos seres humanos e animais são liberados vírus e bactérias. Se não tivermos um processo que cuide desse ambiente contaminado, essas enfermidades acabam sendo transmitidas para novos hospedeiros.

Nesse sentido, a nossa qualidade de vida depende diretamente de como o nosso tratamento de esgoto está sendo realizado. Por exemplo, em outros séculos, quando o entendimento sobre esse assunto ainda não existia, a taxa de mortalidade de pessoas era muito alta. Esse é o cenário vivido na idade média, onde a expectativa de vida era baixa em decorrência da facilidade de transmissão de doenças porque não existia saneamento básico.

Essa mesma realidade pode ser vista na atualidade em locais de extrema pobreza, onde há disparidades sociais. O esgoto a céu aberto é o risco à população local e pode ocasionar doenças que podem ser fatais, como:

  • leptospirose;
  • cólera;
  • verminoses;
  • hepatite A;
  • esquistossomose.

Manutenção do meio ambiente

Hoje, a sociedade está a cada dia fortalecendo mais a sua consciência ambiental. Esse é um trabalho que tem sido realizado por governos, empresas e cidadãos de um modo geral. Existe essa consciência coletiva, e uma cobrança, para que ações de cunho de proteção ambiental sejam cada vez mais implementadas.

O tratamento de esgoto evita que a água contaminada caia em córregos e rios. Essa contaminação não é nociva apenas para os seres humanos; a flora e a fauna da região são impactadas e podem vir a morrer. Isso gera um desequilíbrio no ecossistema e um efeito em cascata para outros ambientes.

O Rio Yamuna é, atualmente, o mais poluído do mundo. Ele fica localizado na Índia e, acredite: 100% da sua poluição é de matéria fecal. No Brasil, infelizmente, também temos exemplos de rios com bastante poluição, como o das Velhas, em Minas Gerais, e o Tietê, em São Paulo.

Prevenção a enchentes

Quando chega o verão diversos estados brasileiros ficam em alerta. As regiões sudeste e sul, nos últimos anos, foram impactadas com fortes chuvas e tornados. Além de deslizamentos, as cidades mais atingidas sofreram com as enchentes nos centros urbanos. O excesso de lixo nas galerias é um dos grandes inimigos da população nesse momento.

Antes da urbanização das cidades, em momentos de forte chuva a água caía no solo e era absorvida por ele. Em seguida, seguia para os lençóis freáticos. Hoje, com a presença de asfalto em locais que eram matas ciliares, que devem acompanhar o fluxo dos rios, essa água tem mais dificuldade de escoamento.

Claro que a engenharia vem para minimizar esses impactos e facilitar com que as galerias direcionem esse volume para córregos e rios. O maior problema é que a quantidade de lixo presente nos sistemas de esgoto é um fator dificultador a mais para o escoamento da água. É como uma barreira que provoca o aumento da incidência de enchentes nas grandes cidades.

Mais qualidade de vida

Quem não gosta de viajar e ver uma paisagem bela, com água cristalina e muito verde? É revigorante estar em contato com esse cenário, não é mesmo? O cuidado com o meio ambiente, por meio da coleta seletiva, do descarte consciente de lixo e da importância do tratamento de esgoto permite que essa realidade de uma viagem possa ser a nossa diária.

Quantos córregos e lagoas que você conhece da sua cidade são impróprios para uso? A Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte, Minas Gerais, por exemplo, já foi um espaço de recreação aquática. Na década de 1950, a lagoa era frequentada por banhistas e esportistas que praticavam até caiaque. Há um esforço para a recuperação desse espaço, mas o impacto da poluição é muito grande e muitos anos são necessários para vê-la cristalina novamente.

De uma forma geral, o tratamento de esgoto traz mais saúde física e emocional para os cidadãos, seja ao evitar doenças transmissíveis e de alta periculosidade ou ao proporcionar mais um espaço de lazer para os habitantes locais. Ter esse cuidado é uma responsabilidade dos cidadãos, do Governo e também das empresas que impactam o ambiente com a sua atuação.

Atração de investidores e clientes

Durante o ápice da pandemia do coronavírus, um movimento interessante foi percebido no mercado financeiro. Das empresas listadas nas bolsas de valores, as que apresentaram melhor performance mesmo em cenário de recessão são aquelas consideradas ESG (Environmental, Social and Corporate Governance, ou Meio Ambiente, Social e Governança Corporativa).

Isso mostrou que os investidores, muitos da nova geração que já está no mercado de trabalho, a Z, consideram o compromisso com práticas de sustentabilidade um critério de decisão para escolher onde realizar seus investimentos. Esse movimento veio para ficar e as empresas que adotam posturas sustentáveis vão atrair parcerias cada vez mais duradouras. Lembre-se de que a geração que agora está investindo é a mesma que compra produtos.

Quem deve fazer o tratamento de esgoto?

O tratamento de esgoto deve ser realizado em qualquer espaço que há o uso de água. Hoje, as concessionárias são as responsáveis pelo tratamento de esgoto que cai na rua. No entanto, saiba que você pode ter um tratamento de esgoto “particular”. Nem sempre as etapas de tratamento de esgoto são iguais, acontecem da mesma forma. Isso depende de diversos fatores. No entanto, para trazer mais clareza sobre o assunto, a seguir, apresentamos um fluxograma de como pode ser realizado o tratamento de esgoto.

Residências

Toda residência deve ter o tratamento de esgoto. Ele é feito pela concessionária, onde há a distribuição e o tratamento do esgoto produzido na casa. Na conta de água, por exemplo, você pode perceber que, quanto maior é o seu consumo, mais alto é o valor a pagar com tratamento de esgoto. Geralmente, o seu valor tende a ultrapassar o de consumo de água.

Com o avanço das boas práticas em sustentabilidade, a tendência é que as residências tenham uma primeira etapa de tratamento de esgoto. Isso evitaria, em larga escala, o aumento da poluição hídrica. É preciso uma mudança cultural para que isso se torne uma realidade no nosso dia a dia.

Condomínios

Os condomínios, sejam residenciais ou empresariais, têm um diferencial que é a quantidade de usuários. Logo, o impacto desse esgoto gerado é muito maior se comparado ao de uma casa com quatro moradores. Nesse sentido, é possível implementar uma solução em saneamento para esses locais que complementam o que é realizado pela concessionária de água.

Empresas

A mesma solução aplicada a condomínios pode ser implementada em empresas de uma forma geral. Ela permite o tratamento de efluentes domésticos, ou seja, esgoto oriundo de mictórios, fossas sépticas e caixa de gordura. Pode ser instalado em qualquer modelo de negócio e é ideal para padarias e restaurantes.

Agropecuária

Inclusive, até empreendedores rurais podem implementar essa solução. É interessante porque essa boa prática faz parte de um desenvolvimento sustentável da produção agropecuária. Isso é possível, uma vez que os recursos hídricos da sua propriedade sempre poderão ser utilizados tanto na lavoura quanto na criação de gado.

Indústrias

O insumo industrial é mais nocivo à saúde da população e ao meio ambiente. Por isso, para o tratamento adequado dos efluentes industriais, há a necessidade de mais atenção e a implementação de protocolos mais rígidos. A rotina de cuidados com os efluentes industriais tem o apoio de soluções com a implementação do tratamento biológico, como a bioaumentação.

Quais as etapas do tratamento de esgoto?

Agora que você sabe a importância do tratamento de esgoto, o que acha de conhecer quais são as suas etapas? Esse processo demanda um esforço que deve ser controlado para garantir a qualidade da água e que o objetivo-fim será alcançado. Nos tópicos a seguir, você conhecerá como cada etapa de tratamento da água poluída é realizada.

Gradeamento

Quando o esgoto chega à estação de tratamento, a primeira etapa realizada é conhecida como gradeamento. Nesse momento, todo o lixo que está no fluxo da água é coletado via grade ou malha de ferro instalada nos dutos de transferência da estação. Esse processo retira todo o lixo sólido presente na água, tais como fraldas, pneus, resíduos plásticos etc.

É um processo que pode ser minimizado por meio da conscientização da população. Ele está relacionado com a questão das enchentes que citamos anteriormente. É essa quantidade de lixo sólido que aumenta a incidência desse fenômeno. Por meio do desenvolvimento de boas práticas de descarte de lixo, como o estímulo à coleta seletiva, reduzimos a quantidade de lixo sólido nos rios.

Desarenação

A desarenação é um processo um pouco mais complexo. O intuito dela é separar grupos distintos de impurezas. Por meio dessa etapa, a estação de tratamento de esgoto separa os materiais considerados minerais daqueles que são orgânicos. Isso significa que esse processo retira materiais como areia e cascalhos (minerais) e orgânicos (como cabelos e até ossos).

Essa etapa é preliminar, assim como o gradeamento, e é essencial para garantir o bom uso das máquinas da estação de tratamento de esgoto. Pás fazem a coleta desses materiais que são sedimentados. A densidade de cada material facilita essa separação feita pela ferramenta de desarenação.

Tratamento biológico

A natureza ajuda até no tratamento do esgoto. Claro que ela conta com o apoio da manipulação da ciência para que microrganismos façam um trabalho muito importante nesse processo. Existem duas formas de fazer esse tratamento biológico: anaeróbica ou aeróbica. Mas qual é a diferença entre elas?

Bem, o tratamento anaeróbico é aquele onde os microrganismos são usados para deteriorar o material orgânico. É interessante esse método porque ele também permite a produção de energia ao gerar o biogás. Já o tratamento aeróbico é feito por meio da oxidação.

Decantação

A decantação é um processo conhecido para aqueles que já tiveram contato com aulas de química, não é verdade? Ele permite a separação de materiais heterogêneos, sejam eles líquidos de diferentes densidades entre si, ou outro tipo de mistura bifásica. Esse processo acontece por meio de um processo de repouso ou de centrifugação desses materiais.

No primeiro, a densidade de cada material fará com que o de maior coeficiente seja depositado ao fundo. Assim, há fases, ou seja, ordem de disposição de cada material dentro de um recipiente de acordo com a sua densidade. É um processo muito semelhante ao da desarenação. A diferença é que já não há mais nenhum material sólido na água: apenas um lodo que se forma no fundo, sendo retirado.

Descarte

A última etapa de toda a jornada do tratamento de esgoto, o descarte é o procedimento onde a água, agora limpa, é devolvida ao meio ambiente para ser utilizada para fins industriais e agrícolas. Isso significa que, mesmo após o processo, ela não é mais potável, sendo inadequada para o consumo humano.

O lodo que foi coletado na etapa anterior, a de decantação, deve ter o destino correto. Ele pode passar pelo processo de digestão aeróbica, anaeróbica, compostagem ou ser submetido à incineração. O importante é garantir que esse material terá o fim correto. Caso contrário, é como se todo o esforço empregado para a limpeza da água fosse em vão.

Como colaborar para esse processo?

Você viu que a importância do tratamento de esgoto é uma preocupação que não fica restrita aos governos. Para que os esforços realizados por essas instituições surtam o efeito esperado, é fundamental uma atuação coletiva da sociedade. Para tanto, há algumas ações simples que devem ser adotadas no dia a dia e que fazem diferença quando pensamos no potencial se cada pessoa colocá-las em prática.

Continue a leitura e saiba quais são elas!

Faça o descarte correto do lixo

O primeiro passo para evitar a poluição dos nossos recursos hídricos é fazer o descarte correto do lixo. Tenha uma rotina de coleta seletiva. Um ponto que deve ser observado é a garantia de que essa coleta será destinada para o local mais adequado. Valide a procedência e a seriedade da empresa que fará a intermediação.

Dicas simples podem fazer total diferença no meio ambiente. Você pode reaproveitar um óleo de cozinha para a produção de sabão, por exemplo. Além disso, hoje, há muitas cidades que contam com locais que realizam a separação de materiais recicláveis. Independentemente se você é agricultor, empresário de outros ramos ou não, é possível começar a mudança no seu espaço de convivência.

Cuide da sua caixa de gordura

A caixa de gordura merece bastante atenção, uma vez que ela tem um potencial elevado de contaminação do meio ambiente. É preciso ter uma rotina de cuidados. Inclusive, a sobrecarga dela pode ocasionar vazamentos e entupimentos. Com certeza, essa experiência não seria nada agradável.

Para tanto, evite descartar óleo pelo ralo e restos de comida. Além disso, é primordial ter um cronograma de limpeza da caixa de gordura. Essa frequência vai variar de instalação para instalação. Por exemplo, restaurantes tendem a realizar essa limpeza mensalmente, devido ao escopo de trabalho.

Uma dica interessante é adotar uma minicompostagem para tratar os alimentos não utilizados. Se você tem um jardim, pode usar esse material para a adubagem ou até mesmo monetizá-lo, vendendo adubo para outras pessoas. Essa sugestão é válida também para quem trabalha no segmento agrícola. Inclusive, há mais oportunidades de aplicação.

Tenha atenção com a fossa séptica

É muito comum que as pessoas acreditem que a caixa de gordura e a fossa séptica sejam a mesma coisa. A diferença entre elas é que a fossa séptica é uma etapa primária do tratamento de esgoto quando não se tem uma ligação para a rede de esgoto da concessionária.

Ela é mais comum em ambientes rurais e demanda cuidados para garantir que não haja contaminação. Assim como a caixa de gordura, é necessária uma rotina de manutenção e limpeza dessa estrutura. É importante destacar que esse processo deve ser realizado por profissionais especializados.

Hoje, para os locais onde ainda não há o alcance do tratamento de esgoto realizado pela concessionária, é possível optar por uma fossa séptica com biodigestora. Ela evita que o lençol freático seja contaminado pelos dejetos. É uma solução eficaz para as áreas rurais, como fazendas e ranchos.

Como a Superbac pode ajudar nessa questão?

Investir em estratégias inteligentes para o desenvolvimento sustentável é essencial atualmente. Por isso, você deve contar com os conhecimentos de quem entende sobre o assunto e especialista no tratamento de efluentes.

Há mais de 20 anos no mercado, a Superbac desenvolve e entrega soluções biotecnológicas para a alta performance. Nossos produtos e serviços têm como foco atender às necessidades dos segmentos da agricultura, óleo e gás, saneamento e bens de serviços. Além do Brasil, contamos com centros de pesquisa em Cingapura, Colômbia e Estados Unidos.

Consciente da importância do tratamento de esgoto? Quer saber mais como podemos ajudar você? Continue a leitura e veja como podemos ajudar você!

Empreendimentos comerciais

A Superbac oferece soluções feitas para atender os desafios da gestão de empreendimentos comerciais. Você pode contar com a nossa tecnologia para tratamento da caixa de gordura e fossa séptica. Se tem um restaurante, lanchonete ou padaria, precisa conhecer como é a nossa tecnologia BioCUBO.

O BioCUBO é um produto poderoso e fundamental para garantir a qualidade do seu processo de produção de alimentos. O material é uma concentração de microrganismos que passam a degradar os dejetos que ficam na caixa de gordura. Dessa forma, você reduz o mau cheiro, evita o entupimento da caixa de gordura e ainda protege o seu estabelecimento contra pragas urbanas.

Concessionárias públicas e privadas

A Superbac também é parceira de concessionárias públicas e privadas. Oferecemos soluções para o tratamento de efluentes domésticos, dando suporte para reduzir compostos orgânicos nesse processo. Além disso, damos suporte para contribuir com a redução do descarte correto de lodo que é produzido durante a decantação.

Indústrias

O segmento industrial deve estar comprometido com o meio ambiente, não é mesmo? É por isso que é preciso ter atenção com a classificação dos resíduos industriais e garantir o tratamento adequado dos efluentes. Para tanto, a Superbac oferece soluções para o tratamento biológico de efluentes industriais por meio de consórcios biotecnológicos de alta performance para sistema de tratamento, como uma estação, lagoas etc.

A Superbac tem a melhor solução para você e sua empresa. Além dos produtos com foco em saneamento, também contamos com soluções para:

  • agricultura — fertilizante para potencializar os resultados da sua lavoura;
  • bens de consumo — solução para eliminação de odores e outra para qualidade da água da prática de psicultura;
  • óleo e gás — biorremediação para garantir a extração com segurança e cuidados com o meio ambiente.

Viu como a Superbac pode ajudar? Agora que você sabe a importância do tratamento de esgoto e conhece as soluções que podem ser implementadas, pode começar a fazer as mudanças necessárias para ter a alta performance. Saiba que a nossa equipe está comprometida em entregar o melhor produto para você.

Entre em contato conosco e converse com os nossos especialistas!

Você também pode gostar

Deixe um comentário