Afinal, qual a diferença entre caixa de gordura e caixa de inspeção?

caixa de inspeção
7 minutos para ler

Os rejeitos podem ser um grande problema para os restaurantes se não forem tratados corretamente. Por isso, é importante que eles sejam despejados nos locais corretos, além de receberem o tratamento adequado. Contudo, como saber o local certo para cada tipo de resíduo? Essa é uma dúvida da maioria dos gestores de restaurantes, especialmente quando o assunto é a caixa de gordura e a caixa de inspeção.

Quer saber qual é a diferença entre esses equipamentos? Então, continue por aqui!

O que é a caixa de inspeção?

Esse é um dispositivo usado para captar águas pluviais. É possível usá-lo em diferentes tipos de projetos, como condomínios, restaurantes, residências, indústrias e empresas em geral. É um tanque pequeno, cuja função é receber o esgoto que não tem gordura. Ou seja, resíduos oriundos de banheiros e áreas de serviço. Devido à utilidade da caixa de inspeção, ela deve ser feita de PVC ou concreto.

Como o próprio nome sugere, esse equipamento é usado para a análise de problemas com os resíduos que passam por ele. Além de verificar possíveis entupimentos no esgoto. Restaurantes necessitam ter um controle rígido dos rejeitos, para evitar surpresas desagradáveis, que podem resultar em sérios danos.

Por isso, a limpeza da caixa de inspeção não deve ser deixada de lado e o recomendado é que ela seja feita a cada seis meses. O procedimento é simples: deve-se levantar a tampa e verificar se existem detritos que impedem a passagem do esgoto. Em seguida, é preciso retirar tudo, evitando que a caixa venha a entupir.

O que é a caixa de gordura?

A caixa de gordura tem como função evitar entupimentos devido à gordura oriunda de resíduos alimentares. Por isso, ela é instalada depois da coleta de esgoto de pias. É um equipamento que tem suma importância em restaurantes.

A gordura fria se acumula nos canos, impedindo que os rejeitos passem por esses locais. Assim, eles acabam voltando para os ralos, resultando em mau cheiro e maiores complicações. Como esse equipamento filtra a gordura, ela não se acumulará, impedindo o entupimento das tubulações.

As caixas de gordura têm uma determinada quantidade de água em seu interior, que separa a gordura do restante dos rejeitos. Isso faz com que o líquido gorduroso vá para o tubo da caixa e o restante saia pelo lado oposto, sem a gordura.

Somente o esgoto da cozinha é ligado às caixas de gordura. Portanto, é importante que elas fiquem em locais arejados e de fácil acesso, porém, o mais afastado possível da cozinha. Em caso de entupimentos, os rejeitos não alagarão esse ambiente e, consequentemente, não prejudicarão o andamento das atividades no restaurante.

Normalmente, a limpeza das caixas de gordura deve ser feita a cada seis meses. Contudo, esse tempo pode variar de acordo com o volume de produção do estabelecimento. É necessário somente retirar o excesso de gordura acumulada e descartá-la em locais adequados.

Qual a diferença entre caixa de gordura e de inspeção?

Agora que você já conhece a principal função desses dois equipamentos, é fácil entender a diferença entre eles. Ela está na finalidade de cada um. A caixa de gordura retira a gordura dos rejeitos oriundos da cozinha, já a caixa de inspeção capta e distribui água potável, sem o esgoto.

Como calcular a capacidade de armazenamento?

Os modelos comerciais de caixas de inspeção e caixa de gordura são dimensionados seguindo a taxa de fluxo de entrada. Isso é calculado em galões por minuto (GPM). A taxa de fluxo é calculada seguindo a quantidade de refeições diárias, no caso de restaurantes. Relacionada a essa taxa está a capacidade de armazenamento do produto.

Ela é calculada com o dobro da taxa de fluxo. Por exemplo, uma caixa de inspeção de 10GPM tem cerca de 9kg. Cálculos e fórmulas usadas para localizar o tamanho e a capacidade dessas caixas são aceitas por grande parte dos encanadores. Contudo, é imprescindível verificar as regulamentações com as autoridades locais.

Como fazer a limpeza da caixa de inspeção e de gordura?

É fundamental garantir que caixas de inspeção sejam mantidas livres de bloqueios. Isso justamente para garantir acesso livre aos sistemas de drenagem a qualquer momento.

Caso o poço ou a caixa de inspeção esteja inoperante ou inacessível, será impossível inspecionar ou limpar o esgoto. É essencial que a tampa da caixa ou do bueiro não esteja com problemas. Isso provavelmente vai resultar em excesso de água localizada no sistema de drenagem. Dessa forma, criando um cenário totalmente perigoso. A caixa poderia desabar com o peso corporal de uma pessoa.

Se o poço de inspeção e a câmara de inspeção forem adotados pela empresa local de água e esgoto, é responsabilidade deles limpar qualquer bloqueio. Lembre-se de que entrar em um bueiro pode ser perigoso, pois eles podem conter gases tóxicos e têm pouco oxigênio.

Portanto, as câmaras de inspeção devem ser limpas apenas por especialistas treinados para fazer esse tipo de trabalho e que tenham o equipamento adequado para ele. O método preferido de limpeza das câmaras de inspeção é com máquinas de limpeza mecânica, que usam água de alta pressão e sucção.

Como escolher o melhor modelo de cada uma delas?

Para escolher o modelo certo de caixa de inspeção ou caixa de gordura, é preciso pensar em alguns aspectos. Primeiramente, entender a necessidade do seu projeto, por exemplo, as caixas que você precisa é para uma casa grande ou prédios com muitos apartamentos? Para restaurantes ou prédios comerciais? Essa questão é fundamental para saber o tipo adequado para sua empresa.

Considere também o tamanho do equipamento e, claro, o valor que você está disposto a gastar nesse produto. Pesquise modelos online com antecedência para conhecer a capacidade e o armazenamento das caixas.

Como fazer a instalação adequada dessas estruturas?

O primeiro passo é cavar o espaço desejado para encaixar a caixa de inspeção ou a caixa de gordura. Em seguida, para se certificar de que o cano vai encaixar, basta colocar cascalho de madeira para formar o espaço do tubo. Coloque os maiores canos primeiro e encaixe na caixa desejada.

Lembre-se de medir e anotar o tamanho dos cortes que serão feitos. É provável que você precise dessas anotações posteriormente. Tire a rebarba de todos os canos e coloque gel lubrificante para colocar no encaixe das caixas. Feito isso, basta inserir todas as partes da caixa no espaço cavado e pronto! Viu só?

Apesar das diferenças entre a caixa de gordura e a caixa de inspeção, elas são essenciais para o bom funcionamento de um restaurante!

A SUPERBAC, vale dizer, não fornece as caixas de gordura e de inspeção, mas traz uma solução a fim de evitar o acúmulo de gordura e possíveis entupimentos na caixa de gordura. Porém, se você quiser ter menos gordura nesses equipamentos, reduzindo a necessidade de limpezas manuais e os custos associados, podemos ajudar! Entre em contato com a gente e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Você também pode gostar

Deixe um comentário